quinta-feira, 14 de julho de 2011

A Porta




Eu sou feita de madeira.
Madeira, matéria morta.
Mas não há coisa no mundo
Mais viva do que uma porta.
Eu abro devagarinho
Pra passar o menininho.
Eu abro bem com cuidado
Pra passar o namorado.
Eu abro bem prazenteira
Pra passar a cozinheira.
Eu abro de sopetão
Pra passar o capitão.
Eu fecho a frente da casa,
Fecho a frente do quartel.
Fecho tudo no mundo,
Só fico aberta no céu! (Toquinho)

4 comentários:

  1. Oi ana, tem convite p ti ir no nosso encontro de blogueiras la no blog! Assa l e confirma tua participacao para gente se conhcer pessoalmente! Bjo

    ResponderExcluir
  2. Floooor que post mais lindo! Arrasou!!! bjks

    ResponderExcluir
  3. Re tu és uma querida!
    Mari adoraria ir ao encontro, mas dia 18 de julho é meu níver! Fica para a próxima vai ter que me conhecer mais velha, risos. beijos, Ana

    ResponderExcluir
  4. SSSSSmack!!!!! Otimo findeeeeee! bjks, Re

    ResponderExcluir

Adoramos receber sua visita! E vamos adorar receber sua mensagem.